DevOps: É uma cultural/filosofia e não uma profissão!

devops03

Este post não tem como objetivo de modo algum criticar a cultura DevOps e tão pouco denegrir quem evangeliza essa filosofia ou mesmo de quem é praticante da mesma.

Mas sim desabafar sobre o cenário atual de ignorância ou má fé de algumas empresas que estão explorando esta nova cultura dentro da TI.

O que é DevOps? Como todos ou praticamente a maioria já sabe, é a cultura de integrar a equipe de Desenvolvimento e Infraestrutura/Operações afim de ter um time mais efetivo e dinâmico, afim de entregar deploys contínuos de aplicação e elaborar estratégias eficientes de entrega.

devops02

No entanto, o “boom” dessa filosofia tem sido vista por algumas (não todas) empresas como uma nova forma de explorar novos funcionários. Criando cargos de DevOps, sendo que DevOps não é uma profissão, não é um cargo, não é um departamento, não é um time. DevOps é simplesmente uma cultura, a questão que essa cultura visa integrar as equipes fazendo com que o know-how das equipes seja expandido, já que infra em tese deve aprender mais sobre o fluxo de desenvolvimento para apoiar e equipe de desenvolvimento em como fazer deploys contínuos e com a menor possibilidade de erros, e até mesmo apoia-los em outros pontos, assim como a equipe de desenvolvimento também deve se interagir mais com infraestrutura afim de entender melhor como funciona certas limitações em infraestrutura para validar em ambientes de homologação antes de aplicar o deploy em um cenário de produção.

Até este ponto já fica claro que um profissional de TI que compreende e sabe trabalhar em cima da cultura DevOps que ele deve ter uma visão além do seu departamento, se você é de desenvolvimento deve ter uma visão mais ampla, assim como você de infra deve ter uma visão mais ampla também do todo. Porém devido a este fenômeno que fez com que DevOps fosse um assunto cada vez mais falado (o que particularmente eu considero como algo MUITO importante e deve ser cada vez mais difundido), no entanto algumas empresas  estão se aproveitando disto para criar cargos que em que um Analista de Infraestrutura tenha que saber além do seus conhecimentos operacionais, mas também conhecimento em desenvolvimento, e não só o básico, mas sim ter experiência com linguagens de programação, conhecimento em banco de dados com capacidade para administrar um SGBD, desenhar topologia de ambientes complexos, entender diversas outras camadas que vão além do seu escopo.

devops01

Muitos justificam isso devido a crise econômica Brasileira.. Mas cá entre nós, será mesmo? Não é de hoje que existem diversas vagas na área de TI com títulos como:

  • “Analista de Infraestrutura”
  • Exigências: Conhecimento nas mais variadas linguagens de programação, banco de dados, middleware, redes, storage, gerenciamento, suporte, implantação, etc.

Com uma infinidade de exigências que no final não condizem de forma alguma com o salário oferecido. Porém em situação pré-crise, apesar de ser comum, isso sempre soava forçado e gerava críticas fortes entre profissionais da área. Entretanto com a chegada do assunto DevOps agora os títulos das vagas mudou para simplesmente “DevOps”, como se DevOps fosse uma profissão, um cargo, e não é! Parece que as empresas não estão entendendo o que de fato é essa cultura e o que ela representa, enquanto as empresas continuarem exigindo uma enfinidade de expertise e não compreender o BÁSICO, que é o conceito, a ideia, a filosofia da cultura DevOps, ela não será útil pra nada, a não ser, uma forma mais “atual”, ou dentro do “compliance”, pra buscar funcionários no mercado e explora-los.

Enfim, é importante se atentar que a ideia não surgiu pra explorar funcionários, surgiu pra facilitar a comunicação entre as equipes, unifica-las, fazer ambas trabalharem unidas em pró de uma entrega de qualidade e estável. Quebrar a barreira entre os dois departamento e melhor interagi-los para o objetivo final! E não para explorar funcionários.. Tenha isso em mente!

2 ideias sobre “DevOps: É uma cultural/filosofia e não uma profissão!”

  1. Faço coro ao que disse. Também me encomoda muito essa falta de compreensão sobre o que é o DevOps. Muitas empresas estão se aproveitando dessa situação como um “Leve dois e pague um”.

    Particularmente eu entendo que existem Sysadmins com práticas DevOps e Desenvolvedores com práticas DevOps. Cada um exerce a cultira de forma diferente no seu dia-a-dia. Não existem ferramentas DevOps, existem ferramentas que te auxiliam nas práticas DevOps, ou seja, também dá pra fazer DevOps com Shell Script.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *