Metodologia

Olá a todos!

A metodologia utilizada neste blog visa explanar sobre um assunto nas principais distribuições de mercado, sendo:

  1. RHEL (Red Hat Enterprise Linux
  2. Debian

1. Então por que….


Então por que as distribuições Linux voltadas para ambiente de servidores mais utilizadas são (Dados são do dia: 24/08/2015) essas listadas abaixo e você pretende explicar apenas em duas distribuições?

  1. Ubuntu Server
  2. RHEL (Red Hat Enterprise Linux)
  3. SLES (SUSE Linux Enterprise Server)
  4. Debian

2. Porque…

Porque existem diversas distribuições Linux no mercado, algumas mais populares que as outras, obviamente, entretanto, distribuições como Debian e RHEL, são distribuições que serviram de inspiração para diversos outros projetos, além de serem muito antigas e terem um grande histórico de crescimento na comunidade Linux e no mercado corporativo, servem de bases para essas outras distribuições distribuições.

Por exemplo:

CentOS: Projeto derivado do RHEL
Fedora: Projeto derivado do RHEL
Ubuntu: Projeto derivado do Debian
Mint: Projeto derivado do Debian,Ubuntu

A grande maioria dessas distribuições atuais surgiram com bases em distribuições antigas na cena, por isso optei pelo RHEL e pelo Debian, porque o conhecimento adquirido nessas serve de base essencial e fundamental para outras distribuições.

Um modelo de melhor visualização sobre a evolução das distribuições Linux existentes no mercado:

3. Tudo bem, mas por que só instalação de repositório? Eu quero fazer na unha, quero compilação!

Ok, quer aprender a compilar?

# ./configure
# make
# make install

Pronto, isso é compilação. Difícil?

A compilação é trabalhosa, demanda tempo, além disso ela distrai o foco na absorção da essência sobre a tecnologia que se pretende aprender, além disso, a sua manutenção e atualização torna muito mais complexa que a instalação em repositórios, que pode ser resolvido simplesmente executando:

# yum update

ou

# apt-get upgrade

Além disso, uma empresa séria e com políticas rígidas de segurança da informação dificilmente vão permitir a instalação de compiladores para iniciar um compilação de fontes de um novo pacote em um servidor de produção… Estou mentindo?

4. O que são esses desenhos?

Os ícones mais utilizados durante os artigos geralmente são:

  • – Indica que são comandos que devem ser executados no console (terminal bash)
  • – Indica que essa tarefa é executada no RHEL (Red Hat Enterprise Linux), e em suas distribuições baseadas, como o CentOS ou Fedora, por exemplo
  • – Indica que essa tarefa é executada no Debian, e em suas distribuições baseadas, como o Ubuntu ou Mint, por exemplo.
  • – Indica um ponto de atenção, onde geralmente procuro ou dar alguma dica ou informar um detalhe/fator importante e/ou relevante sobre o assunto.

5. Conclusão

Pessoal, espero que gostem do blog, sintam-se a vontade para estudar, aprender, até mesmo avaliar, e por que não corrigir? A correção é ótima, porque não só ajuda a melhorar o artigo como ajuda a todos aqueles que olham o blog como referência de estudo.
E não me sinto ofendido com correções, humildade ajuda as pessoas evoluírem.

Forte abraço!